Bom Dia

Para passar despercebido, Amastha diz que 2018 está longe

Foto: Internet
Adir e Coimbra em almoço na residência do ex-deputado Manoel Queiroz, em Palmas

O ex-deputado estadual Manoel Queiroz recebeu em sua residência de Palmas a visita de um amigo dos velhos tempos de Assembleia. Júnior Coimbra, ex-deputado estadual e federal, atual secretário de Governo da Prefeitura da Capital, chegou acompanhando de seu colega de Paço, Adir Gentil, secretário da Casa Civil e um dos homens mais fortes do prefeito Carlos Amastha (PSB). Mais que uma cervejinha gelada e uma boa comida caseira, o interesse dos dois visitantes era política.

Queiroz diz que Coimbra e Adir apresentaram a ele a proposta de participar de grupo do prefeito e esboçaram o projeto de Amastha para chegar ao Palácio do Araguaia no ano que vem. O ex-deputado estadual, que hoje é filiado ao PSD e aliado político da senadora Kátia Abreu (PMDB), declinou do convite, mas sem fechar as portas. “Só vou decidir sobre isso no ano que vem”, avisou aos emissários, conforme relatou à coluna.

De toda forma, o ex-parlamentar frisou bem que está com Kátia neste momento. Contudo, 2018 é uma outra situação e tudo pode acontecer. Por enquanto, decidiu, continuará conversando de política a senadora.

O prefeito, para encenar o papel que mais gosta, de não político, costuma dizer que 2018 está muito longe. Porém, a visita a Queiroz, líder forte no Bico do Papagaio, ilustra que o Amastha não vê 2018 tão distante assim. Seus linhas-de-frente estão em campo, conversando, prospectando o projeto Palácio Araguaia, convencendo lideranças a integrarem o grupo, enfim, fazendo o que todo pré-candidato que quer viabilizar sua candidatura faz.

Na verdade, Amastha fala que o momento eleitoral está muito distante para poder passar despercebido diante da torcida contrária. Ou seja, o objetivo agora é fugir do “corredor polonês” e se livrar das bordoadas que ali lhe são reservadas.

Nesta visita a Queiroz também se confirma a importância que Coimbra tem para o projeto de Amastha, de forma que não há Lava Jato que vá tirá-lo da prefeitura. Ele é ponta-de-lança na pavimentação do caminho do prefeito rumo às eleições do ano que vem.

Como o ex-deputado deixou a porta entreaberta, prefeito e Coimbra já organizam pequena comitiva para continuar o assédio a Queiroz na tradicional festa de aniversário que ele realiza todo ano em sua residência, em Augustinópolis, no dia 24 de abril.

Afinal, vá que ele decida antecipar sua decisão.

CT, Palmas, 20 de abril de 2017.

Leia por assunto:

Comentários
Cleber Toledo

É jornalista desde 1992, com passagens por jornais em Paraná, São Paulo e Tocantins. Fundador do site Cleber Toledo.
ct@clebertoledo.com.br
(Foto CT: Ademir dos Anjos)

Publicidade