cdl novo

Degeneração da Mácula

CLEBER TOLEDO, DA REDAÇÃO 08 de Mar de 2017 - 14h28, atualizado às 10h58
Compartilhe
Foto divulgação
PEDRO RAMON VASCONCELOS LOURINHO
CRM-TO 4247 RQE 7608
É Oftalmologista Vision Laser
Serviço de Retina e Catarata
Vision Laser (63) 3217 2222
[email protected]
A Degeneração da Mácula relacionada à Idade – DMRI – é uma doença frequente em indivíduos com mais de 50 anos de idade e acontece mais habitualmente em pessoas com doenças cardiovasculares associadas, como hipertensão arterial sistêmica, alterações de colesterol, além de tabagismo. Entretanto, é preciso também que exista uma tendência genética para que a doença apareça.

A doença se desenvolve de maneira gradual, sem apresentar sintomatologia até que atinja sua fase chamada “úmida” ou exsudativa. Nessa fase, devido à grande necessidade de nutrientes da área central da visão e a evolução da doença, surgem diminutos vasos anormais, que são muito fragilizados, e podem gerar sangramentos ou acúmulo de líquido na retina central. Com essas complicações, aparecem também os sintomas: visão turva, imagens distorcidas e mudança na percepção das cores são os mais comuns.

Sem tratamento, ocorre a piora dos sintomas e as estruturas da retina começam a formar um tipo de cicatriz. Como tudo ocorre na área de visão central, uma cicatriz nessa região é uma péssima consequência. Logo, evitar o desenvolvimento dessa cicatriz, absorver o sangramento e o líquido acumulado na retina são as finalidades do tratamento.

A injeção intravítrea de antiangiogênico é a melhor solução para o problema. Com esse procedimento, aplica-se uma substância dentro do olho que faz regredirem os vasos anormais, os grandes causadores das alterações. Os sintomas também regridem e estabilizam com a manutenção da medicação. Perceba que, quanto mais cedo é instituído o tratamento, melhor é o resultado, já que a doença evolui para uma sequela cicatricial central que pode limitar bastante a melhora.

Lembre-se, somente o médico oftalmologista pode diagnosticar e tratar doenças oculares, principalmente doenças retinianas, onde é preferível ter um acompanhamento por oftalmologista especializado em retina.

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital