cdl novo

Presidente nacional da OAB diz que indicação de André Matos para TCE "prestigia a advocacia brasileira"

Ex-presidente do TCU, Ubiratan Aguiar também cumprimenta Sandoval pela escolha

LUÍS GOMES, DA REDAÇÃO 12 de May de 2014 - 08h57, atualizado às 09h39
Compartilhe
Da Redação

O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinicius Furtado Coelho, declarou apreço pelo nome do procurador geral André Matos, indicado pelo governador Sandoval Cardoso (SD) para assumir vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Foto: Eugenio Novaes - CFOAB
Marcus Vinicius: "André deverá ser mais um defensor das prerrogativas dos advogados"
Segundo Furtado Coelho, André “possui todos os requisitos para a investidura na relevante função de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado”, acrescentando ainda que sua indicação "prestigia a advocacia brasileira, notadamente a advocacia pública.”

O presidente do Conselho Federal da OAB exaltou o currículo do procurador geral, que chegou a assumir a reitoria da Universidade do Tocantins e teve uma passagem na unidade Agulhas Negras do Exército. “Além da experiência na área jurídica e advocacia pública, possui experiência vasta na administração publica, profundo conhecedor da área jurídica e da administração pública como um todo, tendo prestado, relevantes serviços no Exército Brasileiro, onde teve oportunidade de vivenciar as melhores práticas da gestão pública nas Agulhas Negras, tendo sido, ainda, reitor da Universidade do Tocantins (Unitins), onde se destacou em gestão marcante”, disse.

Furtado Coelho afirmou que a indicação de André Matos “engrandece” a corte de conselheiros do TCE e que “honra a advocacia brasileira”. O presidente da OAB defendeu ainda que o indicado de Sandoval Cardoso “deverá ser mais um defensor das prerrogativas dos advogados."

"Compromisso com a causa pública"
O ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) Ubiratan Aguiar também aprovou a indicação de André Matos ao TCE, e enviou  carta ao governador Sandoval Cardoso, o cumprimentado pela escolha.

Ubiratan Aguiar indicou que a carreira de André Matos o capacita para o cargo de conselheiro e defendeu o perfil do procurador, quem disse trabalhar “agindo com retidão e lealdade”.

O ex-presidente do TCE finaliza pedindo à Assembleia Legislativa que aprove a indicação de Sandoval, e que o ato da Casa reafirmaria “o compromisso com a causa pública.”
 
Clique para ler a carta

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital