Autorização

Governador assina Termo de Uso para consolidação da Itafós no Tocantins

Da Redação

A Itafós Mineração Ltda acaba de consolidar sua permanência no Estado do Tocantins com a assinatura do Termo de Permissão de Uso Onerosa , firmado entre a Empresa e o governo do Estado. A assinatura do documento ocorreu nesta tarde dessa segunda-feira, 9, no Palácio Araguaia, em audiência do governador Siqueira Campos com o vice presidente e diretor de Operações da Itafós, Roberto Busato Belger , o gerente jurídico da empresa, Felipe de Souza e o procurador geral do Estado, André Luiz de Matos.

Segundo o vice presidente da Itafós, com esta autorização a empresa inicia a construção da barragem de água que permitirá a produção de fosfato para o mercado. “Nossa produção dependia deste documento, pois a barragem é necessária para o pleno funcionamento da Itafós no Tocantins”, disse Roberto Belger, acrescentando que a empresa já tem a licença de instalação, emitida pelo Naturatins. Ele informou ao governador que a Celtins, atendendo a solicitação da empresa, iniciou a construção da linha entre Peixe e Arraias, numa extensão de 230 quilômetros, que garantirá energia elétrica para as obras e funcionamento da mineradora.

Conforme a Secretaria de Comunicação Social do estado (Secom), a expectativa é que sejam produzidas, até o final de 2012, 500 mil toneladas de fertilizante fosfatado. O investimento da empresa, segundo o vice presidente, será acima de R$ 400 milhões , com geração de 500 empregos diretos, todos da região de Arraias, e 300 indiretos. Três projetos considerados de suma importância já estão sendo executados pela empresa desde o ano passado: o de Qualificação de Pessoas, que proporciona formação a mão de obra; outro de Desenvolvimento de Fornecedores, que prepara o empresariado do Município para atendimento da Itafós e o de Desenvolvimento Ambiental que envolve , além de funcionários, várias comunidades.

Sobre a ItafósA Itafós Mineração Ltda. é uma subsidiária da MbAC Fertilizer Corp., importante produtora integrada dos fertilizantes fosfato e potássio nos mercados brasileiro e latino-americano. A MbAC possui uma equipe experiente com mais de 150 anos e uma trajetória profissional nas áreas de operações para negócios de fertilizantes, gestão, marketing e finanças dentro do Brasil. Em outubro de 2008 adquiriu a Itafós, a qual consiste em uma mina de fosfato, planta e uma unidade de britagem e sua respectiva estrutura, localizadas na região central do Brasil.

O portfólio de exploração da MbAC inclui ainda projetos de fosfato e potássio, os quais também estão no Brasil. A empresa continua a buscar oportunidades na área de fertilizantes no Brasil e outros mercados da América Latina, onde a forte base agrícola e as oportunidades únicas podem possibilitar o crescimento no curto prazo.

Leia por assunto:

Comentários