07/12/10 15h55 07/12/10 15h55

Prefeitura de Palmas realiza Oficina de Planejamento do Projeto Vida no Trânsito

Palmas dará mais um passo na implantação do Projeto Vida no Trânsito, idealizado pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), e a Bloomberg Philanthropies, em parceria com o governo brasileiro e com as prefeituras das cidades selecionadas para receber a consultoria nos projetos relacionados ao trânsito. Nessas quarta, 8, e quinta-feira, 9, no Auditório do Senac, das 8 às 18 horas, a Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria de Segurança, Trânsito e Transporte, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, promoverá a Oficina de Planejamento e contará com a visita dos parceiros das Comissões Interministeriais ligadas à Presidência da República.

Durante os dois dias as discussões vão se concentrar no fortalecimento das políticas de prevenção de lesões e mortes no trânsito e no planejamento, no acompanhamento e execução das ações a serem realizadas na próxima década, entre 2011 a 2020.

Além de Palmas, também foram contempladas com o Projeto Vida no Trânsito as cidades de Curitiba (PR), Terezina (PI), Belo Horizonte (MG), e Campo Grande (MS). Ao definir as capitais que e seriam beneficiadas com as consultorias nos projetos relacionados à melhoria do trânsito, visando a diminuição dos índices de acidentes com vítimas fatais e outros problemas nas vias públicas, a OPAS e a Bloomberg levaram em conta, por outro lado, as ações das Prefeituras na reversão dos números e o trabalho de educação, conscientização e prevenção junto à população. No Brasil o projeto funcionará como piloto e visa mais tarde beneficiar outras cidades selecionadas pelo Governo Federal.

O lançamento oficial do Projeto Vida no Trânsito ocorreu em junho, no Rio de Janeiro, porém, ainda em maio, Palmas já havia sido visitada por uma equipe interministerial. O encontro com representantes da Prefeitura serviu para a formalização do pacto político, possibilitando que a Capital recebesse o Projeto.

Representantes
A Presidência da República é representada no projeto pela Casa Civil, Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas, Senad do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e Secretaria Especial de Direitos Humanos, Ministério da Saúde, Ministério da Justiça, Polícia Rodoviária Federal, Ministério dos Transportes, Ministério das Cidades, Departamento Nacional de Trânsito e Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana e Transporte, bem como os Conselhos Nacionais de Secretários Estaduais de Saúde (Conass) e Municipais de Saúde (Conasems).

Países
O Projeto para Segurança no Trânsito está sendo desenvolvido em mais nove países, como: Rússia, Turquia, China, Egito, Índia, Camboja, Quênia, México e Vietnã.
Leia por assunto: