Polícia diz ter localizado esconderijo de assaltantes; ações serão intensificadas

Uma semana depois do primeiro assalto ao Banco do Brasil, ninguém foi preso

THAIS SOUZA, DA REDAÇÃO 02 de Apr de 2012 - 16h32, atualizado às 18h41
Compartilhe
Thais Souza
Da Redação

Quase uma semana depois do primeiro assalto ao Banco do Brasil, em Fátima, a polícia ainda não prendeu nenhum dos ladrões. Na semana passada, três agências bancárias foram arrombadas, além de um falso alarme de roubo à agência de Gurupi.

Questionada sobre a localização dos assaltantes de Fátima, Taguatinga e Lagoa da Confusão ao BB, a PM informou que o helicóptero da Secretaria de Segurança Pública utilizado nas buscas localizou um local onde possivelmente estariam os ladrões. A região não foi divulgada. Em entrevista ao CT, a PM limitou-se em afirmar que o cerco está se fechando.

Por este motivo, a Polícia Militar do Tocantins intensificará este mês blitzes que já vinham sendo realizadas no Estado. O objetivo das abordagens é prevenir e repreender a criminalidade, além de barrar a entrada de entorpecentes e assaltantes.

Conforme a PM, carros e pessoas serão vistoriados. As blitzes serão realizadas em horários e dias diferentes, para que a operação aconteça como planejado. Em Palmas todas serão na zona urbana da Capital.

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital