03/12/13 17h17 03/12/13 17h32

Polícia Civil do Tocantins prende traficante internacional de drogas em Goiânia

Corporação também apreendeu em poder de Flávio mais de 7 quilos de pasta base de cocaína
Da Redação

Foto: Divulgação
No momento em que os policiais entraram na residência, “Bicudo” foi flagrado fazendo a “secagem” da droga
Dando continuação às ações de combate ao tráfico de drogas e a criminalidade em geral, determinadas pelo Secretário da Segurança Pública e pela chefia da Polícia Civil, a equipe da Delegacia Especializada da Criança e Adolescente de Colinas (Deca), sob o comando da delegada . Olodes Maria Oliveira Freitas, prendeu em flagrante delito, na manhã desta terça-feira, 3,, Flávio Henrique de Jesus Nery, vulgo “Bicudo”, 32 anos, acusado pela prática do crime de tráfico de drogas. A Polícia Civil também apreendeu em poder de Flávio mais de 7 quilos de pasta base de cocaína.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Bicudo foi preso em sua casa, por volta das 6h30deste terça-feira, após um intenso trabalho de investigações realizado pelos policiais civis de Colinas em virtude do cumprimento de mandado de prisão e busca e apreensão, expedido pela Comarca de Colinas. A prisão do acusado faz parte das ações da operação “Papaleguas”, desencadeada pela PC há alguns meses.

Na residência de “Bicudo” foram localizados aproximadamente sete barras de pasta base de cocaína, bem como duas balanças de precisão, um aparelho que era utilizado para prensar as drogas, além de vários produtos químicos tais como: ácido bórico e acetona, uma serra elétrica, peneiras e outros objetos com vestígios de “pasta base de cocaína”. O acusado mantinha em sua residência um laboratório para o refino e preparo de drogas, que foi desativado pelos policiais civis tocantinenses.

No momento em que os policiais entraram na residência, “Bicudo” foi flagrado fazendo a “secagem” da droga, uma vez que as mesmas se encontravam em frente a um ventilador e, conforme o próprio acusado, elas estavam sendo preparadas para a venda. Segundo o levantamento feito no decorrer das investigações, “BICUDO” utilizava os materiais apreendidos para manipular a droga, aumentando a sua quantidade chegando ao ponto de dobrar a quantidade da substância entorpecente. Desta forma, o lucro obtido também era dobrado e, em alguns casos até triplicado.

Ainda, segundo apontaram as investigações, Flávio Henrique, é fornecedor de drogas dos distribuidores das cidades de Araguaína,  Gurupi -TO, dentre outros municípios do Tocantins, sendo que estes repassavam para as demais cidades, inclusive Colinas. A Polícia Civil também apurou que “BICUDO” era o fornecedor da droga apreendida em posse do traficante que se utilizava de vários nomes, dentre eles; Elizeu Carlos da Silva e Jansley Cavalcante, vulgo “Mgrao”, sendo que na época, o mesmo fora preso de posse de aproximadamente 76 quilos de “maconha” e 12 kg de “crack”; além de ácido bórico no município de Araguaína no último mês de Outubro.

No decorrer dos levantamentos realizados pela PC, ficou evidenciado que “Bicudo” também mantém contatos com traficantes da “Bolívia”, sendo que por diversas vezes o mesmo deslocou-se até aquele país com a finalidade de comprar e transportar as drogas para a cidade de Goiânia de onde distribuía a substância entorpecente para vários Estados, inclusive para o Tocantins. Desta forma, o mesmo figura-se como traficante internacional de drogas.

Após a prisão, Flávio Henrique foi encaminhado para a sede da Denarc em Goiânia para a instauração dos procedimentos de praxe. Em seguida “Bicudo” deverá ser recambiado para o Tocantins onde responderá pelos crimes que lhe são imputados.

Desde Fevereiro deste ano, a Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente (Deca) de Colinas, com apoio e coordenação da Diretoria de Polícia do interior – DPI, já realizou a apreensão de mais de 200 quilos de substâncias entorpecentes, aproximadamente 30 veículos, uma grande quantidade de dinheiro e prendeu mais de 80 pessoas envolvidas com a o tráfico de drogas.
Leia por assunto: