Operação Lava Jato

Dilma diz que nunca autorizou caixa 2 em suas campanhas eleitorais

Marqueteiros João Santana e Monica Moura disseram ter recebido dinheiro de caixa 2 para coordenar a campanha da ex-presidente em 2010

Sabrina Craide
Da Agência Brasil

Foto: ABr
Dilma: orientação “clara e direta, para que fosse respeitada a legislação eleitoral"
A assessoria de imprensa da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) informou nesta quarta-feira, 19, que a ex-presidente nunca autorizou a arrecadação de recursos por meio de caixa 2 em suas campanhas eleitorais. Nessa terça-feira, 18, os marqueteiros João Santana e Monica Moura disseram ter recebido dinheiro de caixa 2 para coordenar a campanha de Dilma Rousseff à Presidência da República, em 2010.

“As únicas pessoas autorizadas a captar dinheiro, em conformidade com a legislação eleitoral, foram os tesoureiros regularmente investidos dessas funções nas campanhas de 2010 e 2014”, disse a assessoria de Dilma, em nota.

A orientação de Dilma Rousseff nas duas eleições, de acordo com a assessoria, sempre foi “clara e direta, para que fosse respeitada a legislação eleitoral em todos os atos de campanha”. Segundo os assessores, Dilma nunca teve conhecimento de que suas ordens tenham sido desrespeitadas. “Todos que participaram nas instâncias de coordenação das duas campanhas sempre tiveram total ciência dessa determinação.”

Leia por assunto:

Comentários
Publicidade