cdl novo

Homem é condenado a pagar R$ 10 mil por difamar ex-namorada em grupos de Whatsapp

Sentença de prisão foi convertida em prestação de serviços comunitários

RAIMUNDA CARVALHO, DA REDAÇÃO 06 de Dec de 2017 - 18h16, atualizado às 10h11
Compartilhe
Na cidade de Araguaçu, região sul do Estado, um homem foi condenado a indenizar a ex-namorada por difamação, calúnia e injúria em grupos de WhatsApp. De acordo com a decisão, nas redes sociais, o réu caluniou, difamou e injuriou a vítima através de mensagens de texto, ofendendo-lhe a dignidade.

Em uma das mensagens, o homem acusou indevidamente a vítima de praticar crimes e em outra postagem, injuriou a ex-namorada com palavras de baixo calão. O réu também é acusado de fazer ameaças à ex-namorada, sua filha e sua mãe.

Por ser réu primário e possuir bons antecedentes, o juiz Nelson Rodrigues da Silva condenou o réu a um ano e nove meses de detenção e ao pagamento de multa. As penas de detenção foram convertidas em prestação de serviços comunitários, mas o homem foi condenado a pagar R$ 10 mil à vítima a título de indenização por dano moral. (Com informações do Cecom/TJTO)

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital